Manaus/AM -

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Beleza natural

Encontro das Aguas
......
Do livro ¨Pelo Solimões¨, publicado em 1907
....
Vê bem, Maria aqui se cruzam
Este é o Rio Negro, aquele é o Solimões.
Vê bem como este contra aquele investe,
como as saudades com as recordações.
Vê como se separam duas águas,
Que se querem reunir, mas visualmente;
É um coração que quer reunir as mágoas
De um passado, às venturas de um presente.
É um simulacro só, que as águas donas
D'esta região não seguem o curso adverso,
Todas convergem para o Amazonas,
O real rei dos rios do Universo;
Para o velho Amazonas, Soberano
Que, no solo brasílio, tem o Paço;
Para o Amazonas, que nasceu humano,
Porque afinal é filho de um abraço!
.......
Claudo Ferreira

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...